Rubioli vê propaganda irregular em atos de Freixo

Para coordenador de fiscalização do TRE, a presença do candidato do Psol à prefeitura do Rio ontem na UFRJ pode configurar também abuso de poder político

Por O Dia

Rio - Coordenador de fiscalização da Justiça Eleitoral, o juiz Marcello Rubioli condenou ontem a presença de Marcelo Freixo (Psol) na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Segundo o juiz, a participação do candidato do Psol à prefeitura carioca de dois atos promovidos pela universidade configura propaganda irregular e abuso de poder político. Segundo a UFRJ, o candidato Marcelo Crivella (PRB) foi convidado para os dois atos.

Freixo participou ontem de debate no Centro de Ciências da Matemática e da Natureza (CCMN) da UFRJDivulgação

Pela manhã, Freixo esteve com professores, alunos e funcionários do Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia (Coppe); à tarde, ele foi a um debate no Centro de Ciências da Matemática e da Natureza (CCMN).

Crivella esteve ontem no Sindicato da Polícia Federal, no Centro do Rio, para receber a medalha, na condição de senador, “Amigo da Polícia Federal”. Ele disse que fará uma gestão articulada com o Governo do Estado para a segurança pública. À noite, Crivella foi alvo de um ‘tuitaço’ que o convocou para participar de debates com Freixo. 

Crivella esteve na sede do Sindicato dos Servidores do Departamento de Polícia Federal no Estado do RioDivulgação


Últimas de Rio De Janeiro