PF faz operação para combater políticos que compravam votos na Região dos Lagos

Os investigados realizavam boca de urna e compravam votos em troca de medicamentos e combustíveis

Por O Dia

Rio -  A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira a Operação Sufrágio Sertanejo com o objetivo de desarticular grupos criminosos que exerciam cargos políticos, ou disputavam eleições para cargos de prefeito e vereador com o objetivo de tomar conta tanto do Poder Executivo, quanto do Poder Legislativo da cidade de Saquarema, na Região dos Lagos. 

Policiais federais cumprem cinco mandados de prisão e sete de condução coercitiva expedidos pela 62ª zona eleitoral de Saquarema, nos municípios de Saquarema e Cabo Frio.

De acordo com as investigações, os políticos ocupavam cargos públicos na base do chamado “coronelismo”, muitas vezes conseguindo votos em troca de benefícios irregulares.

Os investigados realizavam boca de urna e compravam votos, tendo como contrapartida a distribuição de diversos bens, entre eles medicamentos e combustível, fornecimento de atestados médicos e receitas médicas controladas em branco, assim como benefícios em um hospital de grande porte.

Foi detectado também que um líder religioso teria aceitado dinheiro com a finalidade de fazer campanha para candidatos durante ato religioso

Últimas de Rio De Janeiro