Tentativa de assalto deixa dois suspeitos e uma mulher baleados na Urca

De acordo com testemunhas, dois criminosos tentaram roubar um carro

Por karilayn.areias

Rio - Um dos bairros mais bucólicos do Rio viveu nesta quinta-feira um dia de tensão. Três pessoas foram baleadas durante um tiroteio por volta das 11h30, na Urca. Dois bandidos armados tentaram roubar uma Mercedes blindada, que estava parada no sinal do cruzamento das avenidas Venceslau Brás e Pasteur, próximo ao Iate Clube, quando foram surpreendidos por três policiais civis. Os agentes que passavam perto, à paisana, reagiram. Uma mulher de 52 anos, que estava dentro de um veículo da Uber perto da vítima, foi atingida e dois suspeitos também.

Segundo o motorista da Uber Rômulo Tostes, a passageira que ele levava foi baleada no braço esquerdo e encaminhada para a Policlínica de Botafogo. Na unidade, foi submetida aos primeiros socorros e transferida para outro hospital. Os dois homens feridos tentaram fugir correndo, mas não conseguiram. Os tiros atingiram o pescoço e o abdômen deles, respectivamente. Os suspeitos foram levados para o Hospital Miguel Couto, na Gávea. 

Dois suspeitos e uma mulher ferida em assalto na UrcaWhatsApp O DIA (98762-8248)

A vítima do assalto é um executivo que dirigia a Mercedes e preferiu não se identificar. Ele disse que a cidade vive uma enorme insegurança. “Morando no Rio, estamos sitiados. Acho que a gente, como cidadão, tem que começar a ajudar a polícia a se equipar. Os caras estão em uma guerra totalmente desproporcional”, desabafou.

O vendedor ambulante Abel Floriano, de 34 anos, trabalha próximo do local onde aconteceu o tiroteio e contou que conversou com um dos acusados. “Ele caiu aqui perto de mim, tinha muito sangue. Pediu que eu chamasse por socorro”. Policiais do 2º BPM (Botafogo) foram acionados e reforçaram o policiamento no bairro.

O caso foi registrado na 9ª DP (Catete). De acordo com os policiais, foram apreendidos um revólver calibre 38, um simulacro de pistola, um relógio e quatro celulares. Ainda segundo eles, a dupla é suspeita de realizar uma série de assaltos na região.

Outro crime abalou moradores do bairro em janeiro

Em janeiro deste ano, um outro crime assustou moradores da Urca. Um estudante da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) morreu baleado também durante uma tentativa de assalto na saída do campus Praia Vermelha, em Botafogo. Alex Schomaker Bastos, de 23 anos, saía da Escola de Comunicação quando foi abordado por criminosos. O ataque ocorreu à noite, perto de um ponto de ônibus. Alex cursava a faculdade de Biologia e sua morte causou muita comoção. Como na ação de ontem, os criminosos acabaram não levando nada.

Uma estudante da Unirio de 20 anos disse que só anda em grupos nas ruas em torno da universidade, mesmo no período da manhã. O taxista Ricardo Batista, de 39 anos, que frequenta muito o bairro, se queixou que tem sido constante o roubo de celular na região. “Em uma semana, vi bandidos em ação duas vezes: de moto e a pé.”

?Reportagem da estagiária Marina Cardoso

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia