Estudantes da UFF de Niterói e Pádua aderem à ocupações das universidades

Alunos contestam a PEC 241, que cria um teto para os gastos públicos pelos próximos 20 anos, e a reforma do Ensino Médio

Por O Dia

Rio - Estudantes do Faculdade de Educação e do Instituto de Ciências Humanas e Filosofia (ICHF), ambos da Universidade Federal Fluminense no Gragoatá, em Niterói, região metropolitana do Rio, decidiram na noite desta terça-feira ocupar os prédios onde estudam. Em Santo Antonio de Pádua, os alunos também decidiram pela ocupação da UFF.

Alunos da UFF do campus de Niterói e de Santo Antônio de Paduá aderem à ocupaçõesReprodução Internet

As decisões foram tomadas pelos alunos em assembleias separadas, nas quais se debateu os motivos do movimento. As ocupações contestam a proposta de emenda constitucional que congela o orçamento público federal por 20 anos e a reforma do ensino médio.

Já em Santo Antonio de Pádua, onde os estudantes da UFF também deliberaram ocupar as dependências da universidade, eles acusam a direção local de ter trancado as dependências da instituição e restringido o acesso dos alunos.

Por conta das ocupações, o Ministério da Educação (MEC) decidiu adiar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em dez locais no Estado do Rio. Ao todo, mais de 7.232 alunos farão a prova somente em dezembro. De acordo com o Mec, todos os alunos prejudicados receberão um SMS avisando sobre o adiamento do exame.

Últimas de Rio De Janeiro