Por adriano.araujo

Rio - O prefeito do Rio, Eduardo Paes, decretou que a umbanda agora é patrimônio cultural imaterial da cidade. A medida foi publicada no Diário Oficial do Município desta terça-feira.

O decreto também determina o cadastro de todos os terreiros — local de prática da da religião — da cidade. O primeiro a ser cadastrado foi a Tenda Espírita Vovó Maria Conga de Aruanda, no Estácio. 

Umbanda é considerada patrimônio imaterial do RioAgência O Dia


Você pode gostar