PM é morto por colega de farda na Baixada

Agente do BPVE se apresentou em delegacia e confessou que trocou tiros ao encontrar outro policial na casa de sua ex-mulher

Por O Dia

Soldado Marcelo levou três tirosReprodução

Rio - O soldado PM Marcelo dos Santos Mendes, de 34 anos, foi morto a tiros por um colega de farda na madrugada desta quarta-feira, no bairro Prados Verdes, em Nova Iguaçu. Acusado de realizar os disparos por ciúme, o cabo Alessandro Germano da Silva, lotado no Batalhão de Policiamento em Vias Especiais (BPVE), foi preso em flagrante pela Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF). Ele já está na Unidade Prisional da corporação, em Niterói.

Segundo informações do 20º BPM (Mesquita), o cabo foi até a casa da ex-mulher e quando chegou ao local, na Rua Santo Agostinho, encontrou tudo fechado. Ele alega que ainda a chamou, mas que ninguém atendeu e, por isso, preocupado, resolveu pular o muro. Ao entrar na residência, o PM encontrou o soldado Marcelo dos Santos Mendes, lotado na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) São Carlos, com a antiga companheira.

Troca de tiros

Ainda de acordo com a polícia, os dois trocaram tiros. O soldado foi atingido por três disparos no peito, chegou a ser socorrido e não resistiu. Já a mulher, identificada como Elaine Sampaio de Oliveira, 32, tentou proteger Marcelo e foi baleada nas costas. Ela foi socorrida pelo ex-companheiro e está internada no Pronto de Socorro de Seropédica. O quadro clínico dela é estável.

Alessandro Alessandro Germano da Silva nada sofreu e depois do fato, se apresentou no 24º BPM (Queimados), onde foi conduzido para a 3ª Delegacia de Polícia Judiciária Militar (DPJM) e, em seguida, encaminhado para a DHBF.

Lá, ele foi autuado em flagrante por homicídio e tentativa de homicídio. As armas dos dois policiais — duas pistolas — foram recolhidas pela Corregedoria da corporação.

O soldado Marcelo Mendes estava desde 2014 na Polícia Militar e tinha um filho de 12 anos. Ele vai ser sepultado nesta quinta às 13h, no Cemitério Jardim da Saudade, em Paciência, na Zona Oeste.

Últimas de Rio De Janeiro