Garotinho está internado em UPA do Complexo de Gericinó

Rosinha Garotinho visitou o marido na manhã desta sexta-feira. Ele também foi atendido por seu médico cardiologista particular

Por O Dia

Rio - O ex-governador Anthony Garotinho está internado nesta sexta-feira, na UPA do Complexo de Gericinó — Dr. Hamilton Agostinho de Castro Vieira — após ser transferido do Hospital Municipal Souza Aguiar na noite desta quinta-feira. Garotinho é acompanhado por um cardiologista da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) e encontra-se em uma unidade individual intermediária de tratamento, sob monitoramento cardíaco.

Rosinha Garotinho esteve com o marido na manhã desta sexta-feira em caráter de "visita extraordinária", de acordo com a Seap. Ele também foi atendido por seu médico cardiologista particular. 

Anthony Garotinho deixa o Hospital Souza AguiarVladimir Platonow/ Agência Brasil

A saída de Anthony Garotinho do Souza Aguiar para o Complexo Penitenciário de Gericinó foi polêmica. A família do ex-governador alegou que ele sofre de problemas cardíacos e não há estrutura para atendê-lo no local.

A Polícia Federal (PF) foi acionada pela Justiça de Campos dos Goytacazes para fazer a transferência de Garotinho, o que só ocorreu às 22h45. Ele saiu amparado pelos bombeiros do Samu, mas recusou-se a entrar na ambulância, levantando-se por duas vezes da maca onde estava, precisando ser contido pelos profissionais de saúde.

Aos gritos, a atual prefeita de Campos dos Goytacazes quase desmaiou e precisou ser amparada pelos assessores. A filha do casal, a deputada federal Clarissa Garotinho (PR-RJ), chorava muito, precisando ser acalmada por amigos e parentes.

A ordem para que Garotinho fosse levado para Bangu veio do juiz eleitoral Glaucenir Silva de Oliveira, da 100ª Zona Eleitoral de Campos.

“Mostra-se imperioso fazer cessar quaisquer regalias que o réu, ora custodiado, possa estar recebendo, assim como em atenção à sua suposta situação inadequada de saúde, determino sua imediata transferência para o Complexo Penitenciário de Bangu – Presídio Frederico Marques, onde poderá receber assistência médica. Esclareço que o referido complexo penitenciário é provido de uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento)”, escreveu o magistrado em sua decisão.

Últimas de Rio De Janeiro