Jovem apreendido com 150 celulares é ouvido por juiz nesta quinta

Segundo a Polícia Civil, adolescente tem 13 anos e não 11 como havia sido informado anteriormente pela corporação

Por O Dia

Rio - O jovem que foi apreendido na última terça-feira furtando 150 celulares de uma loja de eletroeletrônicos do Norte Shopping, no Cachambi, Zona Norte do Rio, prestou depoimento na manhã desta quinta-feira ao juiz Paulo Feijó, no Núcleo de Audiências de Apresentação (Naap), no Fórum Central, na Praça XV.

Adolescente, de 13 anos, acusado de ter roubado os celularesWhastssApp O DIA

Acompanhado por agentes do Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Degase), o menor — que estava estava internado em um Centro Sócio-Educativo na Ilha do Governador — chegou ao fórum por volta das 9h e foi ouvido em uma audiência de custódia. A oitiva seria para decidir se o adolescente deveria ser encaminhado para uma das unidades do Degase, para cumprir uma pena estitulada pela justiça, ou se seria devolvido aos pais.

O magistrado, então, decidiu que o menino voltasse para o Degase. Uma nova audiência foi marcada para o dia 12 de dezembro. Só então, o juiz determinará a medida a ser cumprida pelo menor. Após o fim da oitiva, o adolescente voltou à Ilha do Governador. 

Menino é flagrado em loja do Norte Shopping com 150 celulares escondidos na mochilaWhastssApp O DIA

Nesta quarta, após determinação judicial, o Naap recebeu e encaminhou o adolescente para uma audiência informal junto ao Ministério Público (MP).

A detenção 

De acordo com a Polícia Civil, na ocasião da prisão o menino foi levado para a 23ª DP (Méier) e logo em seguida para a Central de Garantias, na Cidade da Polícia. Os agentes também corrigiram a informação anterior sobre a idade dele — o menino tem 13 anos e não 11, como divulgado anteriormente. Ainda segundo a corporação, o adolescente chegou a ser levado para a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) e encaminhado para o Degase. 

O caso

Quando chegaram para trabalhar na última terça-feira, funcionários da Fast Shop, loja de eletroeletrônicos, no Norte Shopping, suspeitaram que o estoque tinha sido invadido e chamaram a polícia. Os PMs localizaram um menino de 13 anos, que teria passado a noite escondido no estabelecimento e tentava furtar 150 celulares. O material foi avaliado em R$ 140 mil.

Os 150 celulares estavam escondidos em uma mochilaWhastssApp O DIA

De acordo com a assessoria da Fast Shop, a loja foi fechada pela manhã após a suspeita de invasão da área restrita. O menor foi apreendido pela polícia e o estabelecimento, reaberto em seguida.

Segundo a Polícia Militar, a cabine do 3º batalhão (Méier) foi acionada à tarde e os PMs encaminharam a ocorrência para a 23ª DP (Méier). De lá, o menino foi levado para prestar esclarecimentos na Central de Garantias, na Cidade da Polícia, no Jacaré e logo após encaminhado para a Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente (DPCA).

Reportagem do estagiário Rafael Nascimento

Últimas de Rio De Janeiro