Coluna Incluir: O que comemorar?

Segundo a ONU, cerca de 10% da população mundial tem algum tipo de deficiência: 650 milhões de pessoas

Por O Dia

Rio - No próximo dia 3/12, comemora-se o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, instituído em 1992, pela ONU. Há inúmeras as ações previstas no Brasil (confira a programação dos principais eventos no site revistaincluir.com.br).

Segundo a ONU, cerca de 10% da população mundial tem algum tipo de deficiência: 650 milhões de pessoas. No Brasil, segundo dados do último Censo do IBGE, de 2010, há cerca de 46 milhões de pessoas com deficiência: 24% da população brasileira. Mas, ainda parecem invisível para muitos. Entre problemas estão o preconceito; o alto custo dos tratamentos e equipamentos; a falta de acessibilidade física e atitudinal; a falta de oportunidades; e, o pior deles, a falta de respeito.

As empresas não respeitam a Lei de Cotas e costumam colocar a culpa na ‘falta de qualificação profissional’, ou ainda, preferem pagar uma multa pesada, à garantir o direito de pessoas com deficiência ingressarem no mercado de trabalho, enquanto as 'pessoas físicas' ocupam vagas de estacionamento reservadas por pura falta de respeito. Outra diz respeito aos cuidado com as terminologias. É inconsebível que as pessoas não entendam que não existem portadores de algo que não se pode deixar de portar! Em 2006, a Convenção Sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência determinou novas terminologias para o tratamento. Use sempre pessoa com deficiência. Deficiências não são doenças. Apenas impõem, em casos específicos, a necessidade de adaptações.

Coluna de Julliana Reis

Últimas de Rio De Janeiro