Polícia busca no Chapadão suspeitos da morte de jovens em Barros Filho

Marretinha e Rabicó foram identificados pela Divisão de Homicídios, tiveram as prisões temporárias decretadas pela Justiça e estão foragidos

Por O Dia

Rio - A Polícia Civil faz uma operação no Complexo do Chapadão, na Pavuna, na Zona Norte do Rio, nesta segunda-feira, em busca de dois suspeitos de envolvimento no sequestro e morte de dois jovens em Barros Filho. Matheus Ferreira de Paula, de 18 anos, conhecido como "Marretinha", e Cesar de Lima Serra, de 31 anos, conhecido como "Rabicó", mataram a tiros Leandro Pinto Pereira de Oliveira, de 20 anos, e Adriano Oliveira dos Santos, de 27 anos. Marretinha e Rabicó foram identificados pela Divisão de Homicídios, tiveram as prisões temporárias decretadas pela Justiça e estão foragidos.

Rabicó e Marretinha tiveram prisões expedidas pela Justiça do Rio Divulgação

As vítimas foram achadas mortas na manhã do dia 14 de outubro deste ano, em um valão próximo à Comunidade do Chaves, em Barros Filhos. Os jovens foram sequestrados no dia 13, na Pavuna.

Marretinha e Rabicó exigiram que a família das vítimas fizesse uma entrega de roupas e acessórios como preço de resgate depois de saber que os familiares de um do jovens era comerciante.

No momento da entrega do pagamento de resgate, José Alisson Idalino Nascimento foi preso em flagrante. Ele foi encaminhado por policiais militares à Central de Garantias (CG-Norte) na Cidade da Polícia e autuado pelo Delegado da CG-Norte pelo crime de extorsão mediante sequestro qualificado pelo resultado morte. Outro envolvido no crime é Lucas de Queiroz Matta, que já foi preso pela Polícia Civil.

A polícia divulgou imagens da dupla. De acordo com o delegado Fábio Salvadoretti, coordenador da Operação,quem tiver informações a respeito de um dos dois pode entrar em contato através da Central de Atendimento ao Cidadão (CAC) pelos telefones (21) 2334-8823 e 2334-8835 ou pelo chat https://cacpcerj.pcivil.rj.gov.br.

Últimas de Rio De Janeiro