Por gabriela.mattos
Rio - A Barra da Tijuca ganhou um reforço na fiscalização da segurança. A Associação Comunitária Bairro Seguro (ACBS) criou uma central de monitoramento de segurança online com 100 câmeras para monitorar casos de assalto nas ruas, nos condomínios e nas imediações dos hotéis e shoppings. Os equipamentos estão operando na 31ª Área Integrada de Segurança Pública (AISP), que inclui bairros como Recreio dos Bandeirantes, Jacarepaguá e São Conrado. O serviço já funciona 24 horas por dia há um mês e foi oficialmente apresentado ontem.
O projeto é 100% financiado por associações de moradores, hotéis e estabelecimentos comerciais. Além das câmeras da prefeitura, a que a central tem acesso, a estrutura será reforçada por câmeras particulares de condomínios residenciais e comerciais, que ajudarão a identificar pontos frágeis e mapear áreas com o maior número de ocorrências.
Publicidade
“Vai ser um modelo interessante porque vai ampliar o poder de monitoramento da prefeitura. A iniciativa dos empresários da região visa contribuir na área da inteligência e prevenção”, disse o coordenador do projeto, Rodrigo Taveira. Só neste ano, o bairro registrou de janeiro a outubro um total de 1.511 ocorrências de roubos, segundo o Instituto de Segurança Pública (ISP). Em comparação com o mesmo período de 2015, que teve 1.472 roubos, o aumento foi de 2,6%.
Reportagem da estagiária Marina Cardoso