Madrugada de confronto deixa um morto e cinco feridos no Complexo do Alemão

Dois PMs da UPP da Fazendinha foram baleados. Outros quatro homens foram atingidos por disparos, sendo que um morreu no local

Por O Dia

Rio - Um homem morreu e três suspeitos e dois policiais militares foram feridos durante um dos confrontos registrados na madrugada de domingo nas comunidades Nova Brasília e Fazendinha, no Complexo do Alemão, na Zona Norte. Os PMs são da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Fazendinha e passam bem.

Na Fazendinha%2C a PM apreendeu arma%2C carregadores%2C drogas e rádios transmissoresDivulgação/PMERJ

De acordo com a Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP), por volta das 5h50 os soldados Lindivanio e Hugo foram surpreendidos por suspeitos que fizeram disparos de dentro de um Honda Civic, na Fazendinha. Os PMs reagiram, mas foram baleados. Eles foram socorridos para o Hospital Estadual Getúlio Vargas (HGV), na Penha, por colegas que chegavam para assumir o serviço. O primeiro foi atingido no abdômen e operado. O segundo foi atingido por estilhaços de bala no rosto.

Operação no Alemão deixa um morto e cinco feridosSeverino Silva / Agência O Dia

Um dos suspeitos baleados foi identificado como o militar reformado do Exército Wallace Cruz Paulino. Ele e Sérgio de Souza e Silva também foram socorridos no HGV. Já Luiz Felipe Ferreira foi para o Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier. Não há informações sobre o estado de saúde deles. Gerônimo dos Santos Viana, 23 anos, morreu no local. A Divisão de Homicídios (DH) da Capital fez a perícia e está investigando o caso.

Segundo a PM, com os suspeitos foram apreendidos um fuzil AK-47 com dois carregadores, uma granada e dois radiotransmissores. PMs de outras UPPs, do 41º BPM (Irajá) e do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) reforçaram o policiamento. O Batalhão de Ações com Cães apreendeu drogas.

TRISTE ESTATÍSTICA

De acordo com estatística publicada no site do jornal Voz da Comunidade, do Complexo do Alemão, 20 moradores morreram e 22 ficaram feridos em confrontos nas comunidades neste ano, até agora. Ainda segundo a publicação, um policial morreu e 15 ficaram feridos. “Tem nem como acordar e dar um bom dia”, escreveu um seguidor do jornal no Twitter.

Últimas de Rio De Janeiro