Peruanos suspeitos de furtarem passageiros no Galeão são presos

Homens estavam sendo monitorados por agentes da Dairj

Por O Dia

Rio - Três peruanos suspeitos de furtarem passageiros no Aeroporto Internacional Tom Jobim, o Galeão, foram presos pela Delegacia do Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro (Dairj), neste domingo. 

Juan Carlos Rodriguez Velarde, de 43 anos, Julio Cesar Rodriguez Velarde, de 38 anos, e David Cristobal Solis Crespo, de 63 anos, moram em São Paulo há mais de dez anos, mas vinham sendo investigados nos últimos dias pela polícia. 

Os homens foram autuados após furtarem uma mala com computador e documentos de um agropecuarista do Rio Grande do Sul, no momento em que iria embarcar para Curitiba, no saguão do terminal 2.

Os três estavam sendo monitorados pelos policiais civis e ao chegarem de carro ao setor de desembarque do aeroporto, por volta de 7h30, foram seguidos e acompanhados à distância pelos agentes, que flagraram o momento do furto. Quando os suspeitos tentavam deixar o local, foram abordados pelos policiais da Dairj, que recuperaram a mala roubada.

Em depoimento, eles confessaram participação neste e em outros furtos, nas áreas de embarque e desembarque do aeroporto. “Eles moram na região central da cidade de São Paulo e vinham ao Rio de carro, três vezes na semana, para furtar dentro do aeroporto. São muito dissimulados, se vestem bem e se passavam por passageiros para se aproximarem das vítimas”, contou a delegada titular da Dairj, Patrícia de Paiva Aguiar.

As investigações seguem em andamento para apurar a participação de outras pessoas na quadrilha. Segundo a polícia, agentes trabalham para localizar a proprietária do veículo, com placa de São Paulo, usado pelos suspeitos. Os homens afirmaram que pegaram o carro emprestado com uma amiga.

Últimas de Rio De Janeiro