Light pede falência da SuperVia por dívida de R$ 38 milhões

Valor formado foi parcelado em 38 vezes concessionária de trens. Consumo de energia da empresa equivale ao bairro do Leblon

Por O Dia

Rio - A Light pediu na tarde desta segunda-feira a falência da Supervia por causa de uma dívida de R$ 38 milhões. O valor foi parcelado na Justiça em 38 vezes e vem sendo pago, mas a empresa de energia disse que a conta mensal não vem sendo paga. Ainda de acordo com a concessionária, o consumo de energia da SuperVia equivale a todo o bairro do Leblon, na Zona Sul, ou do município de Nilópolis, na Baixada.

"A Light cumpriu todos os procedimentos de cobrança e regulatórios anteriores ao pedido de falência, bem como realizou diversas reuniões com a Supervia em busca da efetiva regularização do fluxo de pagamentos. A empresa adotou esta medida após esgotar todas as possibilidades de negociação", disse em nota.

Procurada, a SuperVia informou que não recebeu qualquer notificação a respeito do pedido de falência e se disse "surpresa" com a manifestação Light, já que está marcada para o próximo mês uma audiência de conciliação entre as concessionárias e o governo do estado.

A concessionária de trens disse que as dívidas existentes como a Light são "fruto de reajustes da tarifa de energia por índices muito acima da inflação, que ocorreram nos últimos anos."

"A SuperVia ressalta ainda que tem cumprido o acordo já firmado com a Light S.A. para o escalonamento da dívidas e que existe uma decisão judicial proibindo qualquer corte no fornecimento de energia para o sistema de trens urbanos do Rio de Janeiro, considerado um serviço de utilidade pública", concluiu.

Últimas de Rio De Janeiro