'Vai ser uma Câmara muito mais pulverizada', diz novo líder de Crivella

Vereador Paulo Messina (Pros) foi confirmado como representante do prefeito no Palácio Pedro Ernesto

Por O Dia

Rio - Além dos 12 secretários de governo, o prefeito eleito Marcelo Crivella anunciou nesta terça-feira o vereador Paulo Messina, do Pros, como líder da bancada governista na Câmara dos Vereadores. Messina havia recusado o convite quando o deputado federal Indio da Costa (PSD) era cotado para assumir a pasta de Educação. Índio não é um especilista na área, enquanto Messina preside a comissão de Educação e Cultura da Câmara.

Como Indio da Costa acabou na secretaria de Urbanismo, Infraestrutura e Habitação, e Cesar Benjamim assumiu a Educação, Messina aceitou liderar a base de apoio a Crivella. O vereador está em contato com o novo secretário para marcar reunião e iniciar os trabalhos.

Quanto ao jogo político no Palácio Pedro Ernesto, Messina sabe que o novo prefeito não terá a mesma vida serena de Eduardo Paes, que governou por oito anos com ampla base governista e pouquíssimos parlamentares de oposição. "Ele aprovava tudo com 40 votos. Era muito fácil conduzir. Agora vai ser uma Câmara muito mais pulverizada", avalia.

PMDB na base

Apesar da ameaça de abandonar a base governista, oito dos dez vereadores do PMDB se reuniram na tarde desta terça e decidiram permanecer na base governista. No encontro, também foi ratificado o nome de Jorge Felippe para a reeleição à presidência da Casa.

Com reportagem do estagiário Caio Sartori