Taxa de homicídios no Rio sobe 36,5% em relação a novembro de 2015

Em novembro deste ano, foram registradas 461 vítimas de homicídio doloso — com a intenção de matar — no estado

Por O Dia

Rio - O Instituto de Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro (ISP) divulgou nesta quinta-feira os números da criminalidade do mês de novembro. Entre os índices que aumentaram, está o número de homicídios dolosos, quando há intenção de matar. Em novembro de 2016, foram registradas 461 vítimas de homicídio doloso no estado do Rio de Janeiro, representando um aumento de 121 vítimas, ou de 36,5%, em relação ao mesmo período do ano anterior.

Em relação ao mês de outubro deste ano, quando foram registradas 462 vítimas, a redução foi de uma vítima, apresentando uma estabilidade em novembro em comparação com o mês anterior. Ainda de acordo com a pesquisa, quando observado o acumulado dos onze meses de 2016, foram registradas 4.572 vítimas, o que representa um aumento de 754 mortes, ou 19,7% a mais, em relação ao mesmo período de 2015.

Aumento de mortes

Os números do ISP indicam ainda que parte do aumento dos homicídios no acumulado do ano, em comparação com o mesmo período de 2015, foi registrada em municípios da Baixada Fluminense e Região Norte do estado, além de São Gonçalo, na região metropolitana do Rio.

Considerando todo o estado, também houve aumento nos índices de letalidade violenta, que englobam homicídio doloso, latrocínio, lesão corporal seguida de morte, homicídio decorrente de oposição à intervenção policial. No acumulado de janeiro a novembro de 2016 houve aumento de 23,2% (4.585 em 2015 – 5.647 em 2016).

Policiais mortos em serviço

O número de policiais civis e militares mortos em serviço este ano teve um aumento de 13 vítimas no acumulado de janeiro a novembro de 2016, com 36 mortes, contra 23 em 2015.

Um protesto recente nas escadarias da Alerj denunciou o alto índice de homicídios de PMs no estadoSeverino Silva / Agência O Dia


Últimas de Rio De Janeiro