Mais Lidas

Palco do Réveillon de Copacabana começa a ser montado

Prefeitura do Rio divulgará detalhes da festa nesta terça-feira. Riotur confirmou o show do trio Alceu Valença, Elba Ramalho e Geraldo Azevedo

Por gabriela.mattos

Rio - O palco do Réveillon de Copacabana começou a ser montado na praia nesta segunda-feira. Por causa da crise, a queima de fogos irá diminuir de 16 para 12 minutos. Até o momento, a Riotur só confirmou a apresentação "O Grande Encontro", com os cantores Alceu Valença, Elba Ramalho e Geraldo Azevedo. Já os outros detalhes da festa da virada do ano serão divulgados nesta terça-feira, às 10h, no Centro de Operações.

Palco para os shows da virada do ano começou a ser montado na Praia de CopacabanaAlexandre Brum / Agência O Dia

Representantes da Riotur, da CET-Rio, da Comlurb, do Corpo de Bombeiros, do Metrô Rio, da Guarda Municipal e das secretarias municipais de Transportes e de Ordem Pública vão participar da coletiva. A prefeitura disse que o espetáculo costumava ser pago de forma integral por patrocinadores. No entanto, com a crise, o município terá que arcar com R$ 5 milhões.

Onze balsas são montadas

As 11 balsas que serão responsáveis pela queima de fogos em Copacabana já estão sendo preparadas para o show pirotécnico. O material foi descarregado, nesta segunda-feira, de 11 caminhões no ancoradouro da empresa responsável, na Ilha do Governador.

Ao todo serão quatro dias de trabalho intenso para a conclusão da montagem dos fogos, que envolve mais de 40 pessoas.

“As regras de segurança são muito rígidas. Os acionadores dos fogos serão instalados apenas no dia 31 de dezembro”, explica Ricardo Alves, Diretor da Área Marítima da LOCAR Guindastes.

As balsas serão montadas, uma a uma, e aguardarão, na próxima sexta-feira, as vistorias finais da Capitania dos Portos, do Corpo de Bombeiros e da Polícia Civil.

O palco do Réveillon de Copacabana começou a ser montado nesta segunda-feiraMaíra Coelho / Agência O Dia

A expectativa é de que cerca de 800 mil turistas venham para o Rio no Réveillon, deixando em média 680 milhões de dólares.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia