Previsões de ano novo: 2017 será ano de amor, família e menos conflitos

Oxossi e Oxum serão os orixás regentes, por isso o verde é a principal cor para a virada

Por O Dia


Rio - Sempre que o fim de ano se aproxima, começam crendices, orações e planos para que o ano seguinte seja de paz, saúde, dinheiro, amor. E por aí vai. Os orixás regentes de 2017 serão Oxossi e Oxum, que terão uma influência maior a partir de julho. E a principal cor para a virada do ano será o verde, segundo o pai-de-santo Pai Léo das Pedreiras, que faz algumas previsões otimistas. Outra dica é enfeitar a casa com ervas e flores para a chegada do novo ano. “Ervas que não podem faltar: alecrim, manjericão e arruda”. Ele recomenda banho de capim-santo, que é a erva sagrada de Oxossi para a virada.

Já religiões cristãs recomendam orações e boas atitudes. De acordo com a revista online ‘O Católico Fiel’, para ter um feliz Ano Novo é preciso: expulsar o pecado mortal da alma através de confissão auricular; fazer todo o bem que estiver ao alcance; entrar o ano com fé firme em Cristo Jesus, com esforços para alcançar as virtudes.

Pai Léo entende que 2017 será um ano com menos conflitos, as pessoas estarão mais suscetíveis ao amor e à família. “O orixá do próximo ano é Oxossi, e sabemos disso através da regência do planeta Vênus. Devemos esperar um ano muito ‘rápido’, porém bem intenso. Com ênfase no autoconhecimento, assim como foi neste ano. Com muitas clarezas e conhecimento verdadeiro das pessoas”, prevê.

Oxossi é o orixá da caça, da fauna e das matas. É similar a São Sebastião na religião católica. “Ele representa a sede de conhecimento. Seu símbolo sagrado é o ‘Ofá’, arco e flecha que simboliza a certeza de seus atos e domínio do elemento ar. Ele é o orixá da fartura e da ciência”, revela Pai Léo.

O verde da virada do ano é relacionado à conexão do orixá, explica Pai Léo, que também cita o amarelo como cor secundária. “A cor para a virada do ano é o verde. “O verde é a cor regente do planeta vênus, que esotericamente sua energia é conhecida como essência. Além de também ser a cor de Oxossi na umbanda. Esta cor pode ser usada na virada do ano para que a nossa aura entre 2017 com a conexão do orixá e do planeta regente. O amarelo também pode ser usado pois é uma cor secundária e é ligada a Oxum”.

Oferendas ao mar
Nesta época do ano, em que o sincretismo religioso aflora, as pessoas costumam se preparar com rituais, técnicas e terapias milenares, para começar com proteção. Na virada do ano, as oferendas jogadas ao mar e pular as sete ondas, são costumes que nunca se perdem. Religiões de origem africana acreditam que uma oferenda para Iemanjá faz com que os problemas sejam levados ao fundo do mar e devolvidos em forma de ondas, resultando em sorte para o ano seguinte.

Últimas de Rio De Janeiro