Operação em Magé contra o tráfico de drogas prende sete suspeitos

Ação da PM em conjunto com o Ministério Público combate quadrilha de traficantes que cobrava "pedágio" de candidatos em campanha

Por O Dia

Rio - Sete pessoas foram presas na manhã desta quarta, durante a operação "Pinóquio", em Magé, na Região Metropolitana. A ação reúne batalhões da Polícia Militar e o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) do Ministério Público do Rio (MPRJ) contra o tráfico de drogas no município.

Foram capturados Thiago da Silva, o “TH”, 20 anos; Uallace Nei Souto dos Reis, o “Pingo”, de 33; Leonardo Rocha Alves, o “Léo” de 54; Wagner Santana Leite, o “WG”, de 19; André Santos Oliveira,o “Bigode”, de 42 e Fabiano Silva de Carvalho e Alberto de Moraes dos Santos, todos suspeitos de pertencer a quadrilha que domina a venda de drogas nas favelas do Maringá, Saco, Lagoa e Fonte.

Ao todo, 14 mandados de prisão foram expedidos. Quatro suspeitos, entre eles o responsável pela contabilidade e logística, Wellington Gomes da Silva, o "Nego" ou "Niel", já estavam presos. O chefe do tráfico, David dos Santos Pereira, o "DVD", está foragido.

Além dos suspeitos presos%2C drogas foram apreendidas durante operação da PM com o Ministério Público em MagéDivulgação/PMERJ

A operação também apreendeu quantidade de maconha e cocaína, ainda não contabilizada, além de pistola 9mm, carregadores, celulares, rádio transmissores e cerca de R$ 5 mil em dinheiro.

Com o domínio do tráfico na região, a quadrilha subornava policiais e cobrava "pedágio" de candidatos em campanha.

Últimas de Rio De Janeiro