Policial militar suspeito de ter atirado em estação do BRT é preso

Quatro pessoas ficaram feridas no ataque em Campinho, na Zona Norte, na madrugada de quarta

Por O Dia

Rio - A Polícia Civil identificou e prendeu o suspeito de ter passado em um carro atirando em pessoas que estavam na estação do BRT em Campinho, na Zona Norte, na madrugada de quarta-feira. De acordo com o delegado da 28ª DP (Campinho), William Pena Junior, trata-se do policial militar Carlos Vinicius Ferreira Pereira, que acompanhado de seu advogado, se apresentou nesta quinta à delegacia, onde presta depoimento para esclarecer o que motivou a agressão aos passageiros que estavam na estação do BRT.

No ataque, quatro pessoas ficaram feridas: Vitor Azevedo, de 27 anos, Larissa Vital, de 29 anos e Cláudia Cabral, de 46 anos, foram atendidos no Hospital Salgado Filho, no Méier, e tiveram alta no mesmo dia. Um outro deu entrada no Hospital de Clínicas de Jacarepaguá, na Zona Oeste, mas não há informação sobre a identidade e o estado de saúde dele.

Últimas de Rio De Janeiro