Por bianca.lobianco

Rio - Após reagir a um assalto em Ipanema, um turista americano foi detido por desacato a um agente da Polícia Civil durante confusão na Delegacia de Atendimento ao Turista (Deat), no Leblon. O americano Joe Ianco, de 54 anos, entrou em luta corporal com o suspeito de assaltá-lo em plena delegacia e acabou detido. Ao ser contido, xingou o policial em inglês.

No Rio desde o dia 26%2C maratonista americano assinou termo na Deat e acabou liberadoAlexandre Brum / Agência O Dia

“O turista disse que não significava nada estar em uma delegacia e xingou gravemente o policial civil, em inglês. O comportamento dele foi inaceitável”, disse a delegada titular Valéria Aragão. No Rio desde 26 de dezembro, o americano assinou um termo circunstanciado de ocorrência (em caso de infração leve) e foi liberado.

Joe estava com um amigo, Michael Bottari, 57. Os dois foram abordados por Anderson Cardoso, 42, que estava armado, quando deixavam um prédio na Rua Nascimento Silva. Segundo a Polícia Civil, Anderson tentou disparar pelo menos quatro vezes contra a vítima, mas a arma falhou. O americano, que é maratonista, perseguiu o bandido e entrou em luta corporal com ele. 

Preso por tentativa de latrocínio%2C Leandro tem 13 anotações criminaisAlexandre Brum / Agência O Dia

Ele ainda deu uma coronhada no rosto do americano e fugiu em direção à Rua Farme de Amoedo. Lá, ao tentar render um taxista, ele foi cercado por PMs do 23º BPM (Leblon). Os militares dispararam contra o criminoso, mas ele não foi atingido.

Antes da Deat, Joe e Anderson foram levados ao Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea, já que estavam feridos. Depois, na sede da especializada, o turista voltou a partir para cima do ladrão, mas foi contido por um agente, que pediu para ele ficar calmo. “Eles (turistas) precisam saber que a legislação de cada país precisa ser respeitada”, frisou a delegada.

Turistas americanos são assaltados em IpanemaReprodução

O acusado de roubo foi preso em flagrante e vai responder por tentativa de latrocínio (roubo seguido de morte). A acusação se soma às 13 anotações em sua ficha criminal, por roubo, furto, porte de arma, uso de drogas e violência doméstica.

Turista turco elogia PMs que o salvaram de bandidos em Copa

No mesmo dia da confusão na Deat, três PMs se encontraram com um turco que ajudaram a salvar. O turista, esfaqueado nas costas durante o Réveillon, em Copacabana, recebeu os primeiros socorros dos militares, antes de ser levado para o Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea. Nesta sexta-feira, já de alta, o estrangeiro quis se encontrar com os PMs na Deat, onde registrou o caso.

“Foi um momento muito importante para nós. Ele (o turista) disse que está muito feliz com nosso trabalho e que salvamos a vida dele”, afirmou, orgulhoso, o soldado Pinheiro, acompanhado dos colegas Uberlan, Uriah, Marques e Valle.

Já no caso de Ipanema, policiais militares apreenderam a arma usada pelo acusado, uma pistola calibre 9 mm com munições. Dois relógios rolex e um cordão de ouro dos americanos, além de R$ 1.070 em espécie, também foram recuperados. Joe é de Nova York (EUA), mas o amigo dele Michael mora na Rua Nascimento Silva, em Ipanema. Já o assaltante é morador do Morro do Cantagalo, também em Ipanema.

Você pode gostar