Vídeo: Vândalos tentam invadir estação do BRT Marambaia

Grupo fugiu logo que uma viatura se aproximou.No último ano, foram gastos, aproximadamente, R$ 3 milhões para fazer reparos

Por O Dia

Rio - Policiais militares do 9º BPM (Rocha Miranda) conseguiram impedir a ação de vândalos, na noite desta terça-feira, na estação Marambaia, em Vicente de Carvalho, do corredor  Transcarioca. Seis jovens entraram no local, pulando as catracas e fazendo arruaça. Um deles estava com um pedaço de pau na mão e outro, jogou no chão a cadeira do controlador da estação. O grupo fugiu logo que a viatura se aproximou. Os policiais estavam fazendo ronda na via expressa.

Nas imagens internas da estação, é possível ver uma mulher com um bebê no colo. Ela desiste de entrar ao notar a movimentação do grupo. Os jovens estavam na porta de embarque e desembarque quando percebem a aproximação da Polícia Militar. Para a diretora de Relações Institucionais do BRT, Suzy Balloussier, o episódio prova o quanto é importante a presença da Polícia Militar nos corredores.

Vândalos tentaram invadir estação BRT Marambaia na noite desta terça-feira Divulgação

"Apesar do investimento que fazemos conter este tipo de crime e também o de evasão, que estão diretamente ligados, o problema é mais amplo e de prerrogativa do setor de Segurança Pública. Pelo histórico que temos, se a viatura não tivesse chegado, a estação Marambaia teria entrado para nossas estatísticas de depredação e vandalismo. A questão é que o prejuízo não é apenas financeiro, mas também social”, disse ela.

Entre janeiro e novembro de 2016, o BRT Rio gastou, aproximadamente, R$ 3 milhões para fazer reparos, de equipamentos e itens vandalizados, nas estações e terminais. Desse valor, R$ 2 milhões foram para consertar portas e vidros. O restante foi gasto para limpar pichações, consertar catracas, substituir lixeiras e bancos.

Entre os dias 17 de dezembro e 2 de janeiro, 14 ônibus foram depredados. Na última ação, foram seis veículos, próximo à estação Santa Eugênia, em Paciência, na Zona Oeste. Os vândalos saíram de uma festa na região, foram para a pista exclusiva dos articulados e jogaram pedras e paus nos ônibus.  Eles também quebraram algumas portas e roubaram martelos de emergência. Por causa do vandalismo, o serviço Santa Cruz x Campo Grande chegou a ficar interrompido por quase duas horas. 

Últimas de Rio De Janeiro