Por gabriela.mattos

Rio - O Bilhete Único Intermunicipal sofrerá um reajuste e custará R$ 8,55 a partir do dia 13 de fevereiro. A decisão do governo estadual foi publicada no Diário Oficial nesta sexta-feira. Segundo informações da Secretaria Estadual de Transportes, o valor foi fixado pelo índice de 6,99%, que é o mesmo das tarifas de ônibus intermunicipais. 

Bilhete Único Intermunicipal custará R$ 8,55 a partir de fevereiroLuiz Ackermann / Agência O Dia

De acordo com a publicação desta sexta-feira, o valor da renda mensal máxima para receber o benefício também foi reajustado para R$ 3.209,70. Esse já será o segundo aumento do Bilhete Único Intermunicipal neste ano. No início do mês, a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) subiu de R$ 6,50 para R$ 8, um aumento de 23%.

Na época, a Defensoria Pública afirmou que o aumento na tarifa não respeitou prazo de 30 dias de antecedência na comunicação aos passageiros, como prevê acordo com o Ministério Público.

Coordenadora do Núcleo de Defesa do Consumidor (Nudecon) da Defensoria Pública, Patrícia Cardoso explicou que esse prazo é necessário para os passageiros que usam o benefício se organizarem. “Existe um acordo com o MP que qualquer acréscimo de tarifa precisa de uma anterioridade de 30 dias”, disse.

Você pode gostar