Esplanada: Presidente do STF tem pressa para escolher novo ministro

Entretanto, Temer deve aguardar o primeiro passo da ministra Cármen Lúcia para analisar nomes para ocupar a vaga de Teori Zavascki

Por O Dia

Rio - O presidente Michel Temer deve aguardar o primeiro passo da ministra Cármen Lúcia para analisar nomes para ocupar a vaga do ministro Teori Zavascki. O nome deverá ser técnico, segundo se comenta na antessala do presidente. No Supremo, a questão é o debate em torno da distribuição dos processos que estavam nas mãos do ministro que morreu no acidente aéreo, inclusive àqueles que tratam da Lava Jato. Mais cotados são o decano Celso de Mello e a discreta Rosa Weber. A presidente do STF tem pressa em resolver a questão.

Maioria

O indicado de Temer precisará da aprovação de 41 senadores no plenário. Antes, terá que passar por uma avaliação e sabatina na Comissão de Constituição e Justiça.

Plenário

Sessão especial em memória do ministro Teori Zavascki poderá ser realizada pelo STF antes do fim do recesso do Judiciário.

Ala

Ministra Cármen Lúcia dará nome a uma ala do Supremo Tribunal Federal a Teori. É uma homenagem similar dada a Menezes Direito. 

Toga na Câmara

Deputado Rodrigo Maia (Dem-RJ) levou um susto ao final do dia. Deve ser o primeiro da série por conta da sua reeleição. A judicialização é o maior risco que a sua reeleição corre. Ontem foi um mandado de segurança que suspendeu a sua candidatura sob pena de multa de R$ 200 mil. Maia já responde a um pedido de informação do STF a partir de uma consulta do deputado André Figueiredo (PDT-CE), também candidato.

Ferrugem

Governo de SC já gastou até agora meio bilhão de reais para restaurar o cartão postal de Florianópolis. As obras na ponte Hercílio Luz se arrastam há mais de duas décadas.

Jogo de corpo

Um ilustre frequentador do Hotel Emiliano e que era íntimo do proprietário Carlos Filgueiras e do ex-ministro Teori Zavascki é o ex-presidente da CBF Ricardo Teixeira, acusado nos EUA por corrupção e conspiração.

Moradia do ministro

A diária mais barata no hotel de luxo Emiliano de São Paulo é R$ 1,2 mil. Teori tinha um apartamento mensal lá.  

Boas amizades

Filgueiras levou muitos amigos para ir à Paraty (RJ). Estiveram lá Gilberto Gil, Jô Soares e Zé Dirceu, executivos da Globo, entre outros. O empresário transitava muito bem no poder.

Negócios

O amigo do ex-ministro Teori era processado desde 2008 por construir ilegalmente na APA de Cairuçu, um santuário ecológico. Era sócio do BTG, banco envolvido na Lava Jato.

Crime

Edson Vismona, presidente do Fórum Nacional Contra a Pirataria e a Ilegalidade, acredita que não basta mobilizar as Forças Armadas para conter o avanço da violência nas penitenciarias. Exército, Marinha e Aeronáutica deveriam se posicionar com maior aparato nos limites dos dez países que fazem fronteira com o Brasil.

Parceria

Para Vismona, a raiz do problema do crescimento das facções criminosas é a falta de controle das fronteiras, especialmente com o Paraguai. É por ali que passa a maior parte das armas, drogas e do contrabando de cigarros que sustentam o crime organizado. Um dos caminhos, também, seria ampliar os tratados de cooperação com as polícias de fronteira com os vizinhos.

Tudo em casa

A família Barbalho está muito bem no Tribunal de Contas do Município de Belém. São 12 parentes entre a conselheira Mara Barbalho e outros consanguíneos.

Ponto Final

Há dois anos, o presidente do Senado Renan Calheiros (PMDB-AL) dizia que queria ser presidente do Congresso para “lutar pelas prerrogativas do Legislativo”.

Últimas de Rio De Janeiro