PM reformado é morto durante tentativa de assalto a bar na Zona Norte

Crime aconteceu neste domingo em Ramos e estabelecimento pertenceria a policial. Em Irajá, durante uma abordagem, PM foi baleado no pé

Por O Dia

Rio - Mais um policial militar foi assassinado após uma tentativa de assalto em um bar, em Ramos, na Zona Norte do Rio. Segundo a Polícia Militar, o subtenente reformado Amauri Panema, 52 anos, teria tentado reagir ao crime e acabou sendo baleado. O crime aconteceu na tarde deste domingo. 

De acordo com informações, o militar seria dono do estabelecimento que fica na Rua dos Tupinambás. Panema foi baleado por pelo menos quatro disparos — um no peito e três na barriga. A vítima chegou a ser levada para o Hospital Federal de Bonsucesso, mas não resistiu aos ferimentos. Equipes da Delegacia de Homicídios (DH) da Capital fizeram uma perícia no local. Até a manhã desta segunda-feira ninguém havia sido preso. 

O subtenente Amauri PanemaReprodução

Com a morte do subtenente, sobe para 13 o número de PMs assassinados no Estado só em 2017. O número de militares mortes pode subir. A Polícia Militar espera o resultado de um exame de DNA em um corpo queimado, que foi encontrado em Itaguaí, na Baixada Fluminense, há duas semanas. Caso o resultado seja positivo, o número de PMs assassinados subirá para 14.

Local onde o PM foi morto Reprodução / Google Street View

PM baleado durante abordagem

Um militar do Batalhão de Policiamento em Vias Expressas (BPVE) foi baleado no pé durante uma abordagem em Irajá, na Zona Norte do Rio, neste domingo. O militar estava na Avenida Brasil, no sentido Zona Oeste, no momento do crime. Na ocasião, houve uma troca de tiros e dois suspeitos também foram baleados. Todas os baleados foram socorridos para o Hospital Estadual Carlos Chagas, Marechal Hermes. Segundo informações do BPVE, o policial não corre risco de vida.

Últimas de Rio De Janeiro