Uerj marca protesto contra corte de verbas

Manifestantes vão 'vestir' a universidade de luto por falta de tratamento digno por parte do governo estadual

Por O Dia

Rio - Uma manifestação que reúne alunos, professores, técnicos e diversos grupos em defesa da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj) organizam, para esta terça-feira, no campus Maracanã, um protesto contra falta de verbas. A universidade deveria iniciar as aulas do segundo semestre nesta segunda-feira, mas por conta de uma das mais graves crises de sua história a Reitoria decidiu transfrir a data para o dia 30. O ato "Uerj de luto na luta" tem início previsto para as 9h.

"Vamos vestir a universidade de luto protestando contra o tratamento indigno por parte do governo estadual, os cortes de verbas de manutenção, a ausência de orçamento, o não pagamento dos salários e bolsas", publicou o grupo em um manifesto no Facebook.

A manifestação prevê atividades culturais, como exposições de alunos, apresentações musicais dos sambistas Aluísio Machado e Zé katimba, do grupo "Ah! banda", com direção de Ilana Linhales e dos Corais da Uerj, sob regência de Mário Assef.

Últimas de Rio De Janeiro