Homenagem à cadela morta em ação

Vídeo que mostra fotos do animal na UPP, na mata e com PMs comove internautas

Por O Dia

Bahiense era mascote na PMDivulgação

Rio - A Polícia Militar fez um vídeo em homenagem à cadela Bahiense, mascote da UPP Alemão, que morreu ao proteger policiais que estavam em patrulhamento no sábado. Na ocasião, ela seguiu os agentes e foi a primeira a ver um homem escondido com fuzil em um beco, na localidade Pedra do Sapo. Bahiense latiu e mordeu o cano da arma. O suposto traficante fez um disparo e a matou na hora, conforme O DIA noticiou.

No vídeo feito pela corporação são mostradas fotos em sequência da cadela na base da UPP, na mata do Complexo do Alemão, e ao lado dos policiais.

Uma policial narra o seguinte texto: “Esta era a Bahiense, fiel companheira dos policiais da UPP Alemão. Bahiense protegia os policiais e a base da UPP. Ela mostrava a localização dos bandidos. (...) Ela atacou um criminoso com um fuzil para defender seus amigos policiais e salvou a vida deles, dando tempo para que eles pudessem reagir. Bahiense foi morta pelo bandido enquanto mordia o fuzil”.

Divulgado no Facebook da corporação, o vídeo de 35 segundos teve mais de 40 mil visualizações até a noite de ontem. “Cumpriu sua nobre missão. Vá em paz”, escreveu um internauta. Alguns criticaram o fato de a cadela, que não tinha treinamento, acompanhar os agentes. O comandante da UPP Alemão, Alexandre Lima Ramos, afirmou que ela normalmente não saía para ações, mas que sábado, a equipe saiu com urgência e não deu tempo de prendê-la.

Últimas de Rio De Janeiro