Cartazes contra a violência

Morador de Santa Teresa assaltado duas vezes cobra mais segurança

Por O Dia

Rio - Cansado da insegurança de Santa Teresa, um morador da Rua Cardeal São Sebastião Leme decidiu pendurar quatro faixas de alerta para os constantes assaltos contra pedestres. Apesar de contar com patrulhamento de dois batalhões da Polícia Militar (5°BPM e Bptur) e de agentes das Unidades de Polícia Pacificadora, moradores denunciam que a presença dos militares não é suficiente para coibir assaltos a pedestres, que ocorrem com frequência e em vários horários do dia.

Faixas contra a violência foram feitas para ser espalhadas no bairroDaniel Castelo Branco / Agência O Dia

Morador do bairro há 31 anos, ele diz que colocou as faixas por já ter sido assaltado duas vezes. “Na última, dois bandidos em uma moto me renderam quando eu chegava de carro em casa e levaram pertences, inclusive a bolsa da minha esposa que está grávida de 5 meses e as roupinhas da nossa filha que vai nascer. Tenho amigos policiais que foram criados comigo aqui e se mudaram por medo da violência. Não quero chegar a esse ponto”, desabafou.

Segundo dados do Instituto de Segurança Pública, entre janeiro e novembro de 2016 foram contabilizados 780 roubos em Santa Teresa. Os números superam em cerca de 26% o total de casos registrados em todo o ano de 2015. Através de nota, a Polícia Militar informou que o bairro é patrulhado por rondas de viaturas durante 24 horas. A reportagem do DIA percorreu algumas ruas do bairro na manhã de ontem e não encontrou viaturas da PM fazendo patrulhamento.

Últimas de Rio De Janeiro