Padre Omar: Felicidade

Felicidade é o sentimento de plenitude que nos acompanha — ou não — ao longo da nossa jornada pessoal

Por O Dia

Rio - A gente passa a vida buscando a felicidade. Só que é importante não perder de vista que a felicidade não é algo que surge no fim da estrada, como uma recompensa. Ela é bem mais do que isso! É o sentimento de plenitude que nos acompanha — ou não — ao longo da nossa jornada pessoal.

Só o bem pode nos fazer felizes. Então, buscar a felicidade é buscar o bem. E, no fim das contas, buscar o bem é buscar ao próprio Deus, que é o Sumo Bem! Ou seja, a gente só consegue ser, de fato, feliz quando encontra Deus e segue o caminho que Ele aponta.

A liturgia deste domingo narra o anúncio das bem-aventuranças, uma espécie de programa de vida de quem deseja seguir Jesus: “Bem-aventurados os pobres em espírito, porque deles é o Reino dos Céus. Bem-aventurados os aflitos, porque serão consolados.

Bem-aventurados os mansos, porque possuirão a terra. Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados. Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia. Bem-aventurados os puros de coração, porque verão a Deus. Bem-aventurados os que promovem a paz, porque serão chamados filhos de Deus (...). Alegrai-vos e exultai, porque será grande a vossa recompensa nos céus.” (Mt 5, 3-12)

O grande ensinamento desse programa de vida é que a garantia da nossa felicidade está somente em Deus, sem apego a falsas seguranças, nem consolo nas coisas do mundo. É preciso também ter o coração aberto e aceitar que dependemos, antes de tudo, da justiça divina. A realização da vontade do Pai é o caminho para a nossa verdadeira felicidade.

Últimas de Rio De Janeiro