Por gabriela.mattos

Rio - No Brasil, a lei para a inclusão de profissionais com deficiência foi instituída em 1991. A lei 8.213/91 prevê que empresas com 100 ou mais colaboradores contratem pessoas com deficiência em percentual proporcional ao número de funcionários. Confira outros países:

Argentina

No mínimo, 4% para a contratação de servidores e empregados da iniciativa privada.

Bélgica

Não há um percentual legal para a iniciativa privada. É negociado.

Colômbia

Dá isenções de tributos e taxas de importação para as empresas que tenham, no mínimo, 10%.

Estados Unidos

Não há cota fixada. As medidas afirmativas dessa natureza decorrem de decisões judiciais.

França

6% dos trabalhadores em empresas com mais de 20 empregados.

Holanda

Varia de 3% a 7%, sendo firmado por negociação coletiva.

Itália

Empresas públicas e privadas com mais de 50 funcionários devem contratar na proporção de 7%.

Japão

1,8% para as empresas com mais de 56 empregados.

Portugal

Até 2% para a iniciativa privada e de, no mínimo, 5% para a administração pública.

?Coluna de Julliana Reis

Você pode gostar