Três pessoas são mortas dentro de barbearia em Campo Grande

Segundo a polícia, homens armados com fuzil chegaram em um carro e dispararam contra as vítimas. Um dos mortos era miliciano procurado

Por O Dia

Moisés Pereira Maia Junior era miliciano e procurado pela polícia. Ele estava em barbearia e foi morto em Campo GrandeDivulgação

Rio - Três pessoas foram mortas dentro de uma barbearia, no Conjunto Campinho, em Campo Grande, Zona Oeste do Rio, na noite desta quarta-feira. De acordo com informações, três homens armados com fuzil chegaram no local em um carro, entraram na barbearia e dispararam contra as vítimas.

Um dos mortos é Moisés Pereira Maia Junior, de 37 anos, ex-PM e miliciano. Ele era procurado pela polícia e tinha condenações por formação de quadrilha, extorsão e corrupção ativa e passiva. Moisés foi expulso da PM e chegou a chefiar uma milícia na região de Campo Grande, mas teria sido expulso. Logo depois, começou a atuar em Araruama, na Região dos Lagos, onde matou o antigo chefe local. Havia uma recompensa de R$ 1 mil por sua captura. 

Os outros mortos são Lucas Alves Fontes e Guilherme Goes dos Santos, ambos de 18 anos. Ainda não se sabe se eles tinham algum envolvimento com os milicianos ou se apenas estavam na barbearia no momento errado.

Ninguém foi preso. A Polícia Militar foi até o local e a Polícia Civil acionada e para realizou o trabalho de perícia. A Delegacia de Homicídios (DH Capital) vai investigar as mortes e tentar identificar os autores do crime. Diligências estão em andamento.

Guilherme estava dentro de barbearia no Conjunto Campinho%2C em Campo Grande%2C e foi executado. Área é dominada pela milíciaReprodução Facebook


Últimas de Rio De Janeiro