Informe: Pezão conta com lentidão da Justiça para permanecer no cargo

Governador recorrerá ao TRE-RJ antes de levar o caso ao TSE

Por O Dia

Rio - Para ganhar tempo, a defesa de Luiz Fernando Pezão (PMDB) planeja recorrer ao próprio Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ), que cassou o mandato do governador, antes de levar o caso ao Tribunal Superior Eleitoral, em Brasília. Ontem, o Palácio Guanabara afirmou que Pezão recorreria diretamente ao TSE. A mudança de plano é uma tentativa de fazer com que o processo se prolongue até o fim do mandato, que termina em janeiro de 2019. Vale lembrar que o processo que resultou na cassação chegou ao TRE-RJ em 2014. Se a agilidade permanecer a mesma, a estratégia tem tudo para dar certo.

Após o TRE-RJ publicar o acórdão, a defesa analisará possível falha ou lacuna processual. Caso encontre, entrará com pedido de embargo de declaração no TRE-RJ, que não tem prazo para julgar a procedência do pedido. 

Pezão não acredita que vá ser cassado pela via jurídica, mas teme que o fracasso no plano de recuperação financeira do estado leve ao impeachment via Assembleia Legislativa.

Últimas de Rio De Janeiro