Informe: Rodrigo Neves se aproxima do PDT e perde apoio do partido de Crivella

Provável candidato ao governo do Rio avaliou que seria uma mudança muito brusca ir para o PRB por conta de seu discurso ideológico

Por O Dia

Rio - Apontado no meio político como provável candidato ao governo do estado ano que vem, o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves (PV), distanciou-se do PRB e se aproximou do PDT. Em busca de um partido com mais musculatura para a disputa, avaliou que, com origem petista, seria uma mudança muito brusca ir para o PRB. O PDT se encaixa melhor no discurso ideológico que apresenta. Com o distanciamento, porém, Neves perde o precioso apoio da máquina municipal mais importante do estado, já que o PRB comanda a Prefeitura do Rio, com Marcelo Crivella.

A reboque

Caso Neves migre para o PDT, dois petistas ligados a ele devem seguir o mesmo caminho: o deputado estadual Waldeck Carneiro e o deputado federal Chico D’Angelo.

Jovens engajados

O número de grêmios estudantis em colégios da rede estadual saltou 160% em um ano. Foi de 241, no fim de 2015, para 627 no fim de 2016. Quando assumiu a Secretaria de Educação, maio passado, Wagner Victer determinou que diretores de colégios estimulassem a implantação de grêmios.

Inimigos íntimos

Linha de frente da Secretaria Municipal da Casa Civil na gestão do ex-prefeito Eduardo Paes, Katia Cristina Mendonça tem causado constrangimento em antigos aliados de Crivella. A ex-subordinada de Pedro Paulo Carvalho (PMDB), que disputou a eleição contra o atual prefeito, agora trabalha com Aílton Cardoso, chefe de gabinete de Crivella.

Menos médicos

A deputada estadual Lucinha (PSDB) reclamou com Crivella, há duas semanas, da falta de médicos e enfermeiros no Hospital Rocha Faria, em Campo Grande. Para piorar, a Organização Social que administra a unidade diz que reduzirá o pessoal. Segundo a deputada, Crivella ainda não tomou nenhuma providência.

Luz no tribunal

A Ampla terá que responder na Justiça pelas constantes interrupções no fornecimento de energia elétrica em Mangaratiba. A ação foi movida pela Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa, presidida por Luiz Martins (PDT).

'Totalmente a favor'

O consagrado cantor e compositor Nei Lopes apoia a decisão de blocos de Carnaval que optaram por não tocar marchinhas com letras preconceituosas.

Mototáxi

Nova opção de transporte público estará disponível durante a festa de Momo: o mototáxi turístico. A profissão, já aprovada por lei e regulamentada, surgiu de projeto de Dionísio Lins (PP).

Últimas de Rio De Janeiro