Baleado no Engenhão continua em estado grave

Outro torcedor permanece estável

Por O Dia

Rio - Um torcedor baleado durante uma confusão antes do clássico Botafogo e Flamengo, continua em estado em grave. O homem identificado apenas como Anderson foi ferido na briga generalizada entre as duas torcidas, neste domingo, no estádio do Engenhão, na Zona Norte do Rio. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), o outro torcedor continua em estado estável e os outros cinco feridos já tiveram alta. 

A confusão ocorreu nos acessos para o estádio, no lado da torcida do Botafogo. De acordo com a Polícia Militar, agentes foram obrigados a usar balas de borracha para controlar as torcidas.

Clima tenso no entorno do Engenhão neste domingo Reprodução Twitter

Morte de torcedor do Botafogo

Diego Silva dos Santos, torcedor do Botafogo, foi baleado durante a briga, mas não resistiu. Na manhã desta segunda-feira, familiares e amigos lamentaram a morte do rapaz nas redes sociais. 

"Infelizmente mais um se vai, quantos mais precisarão morrer, para "vocês" que vão ao estádio em busca de tirar uma vida e fazer famílias chorarem, se ligar que isso não compensa, quantos mais precisarão morrer?", disse outro amigo. 

A Delegacia de Homicídios (DH-Capital) tenta identificar e localizar os suspeitos de participar da morte de Diego. A Polícia Civil informou que um inquérito já foi aberto. Equipes da DH realizaram uma perícia onde o jovem foi baleado. Na manhã desta segunda-feira, a família da vítima foi ao Instituto Médico Legal (IML) para liberar o corpo.

Últimas de Rio De Janeiro