Light é condenada a indenizar bar que ficou às escuras

Estabeleciemento ganhou na Justiça uma ação por conta da interrupção do fornecimento de energia ao estabelecimento por mais de cinco horas em um domingo, dia de grande movimento na casa

Por O Dia

Rio - A 26ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) negou o recurso da concessionária Light e manteve a decisão que garante uma indenização de R$ 17.729,12, por danos materiais, e mais uma quantia de R$ 5 mil, por danos morais, ao FDS Bar e Restaurante, localizado no bairro do Aterrado, em Volta Redonda.

O bar, que oferece música ao vivo, ganhou na Justiça uma ação por conta da interrupção do fornecimento de energia ao estabelecimento por mais de cinco horas em um domingo, dia de grande movimento na casa, segundo o autor do processo.

O FDS Bar e Restaurante alegou a perda de, pelo menos, 45 clientes no mesmo dia, quando estava marcado um show com grande quantidade de mesas reservadas. Além dos prejuízos com o custo da contratação da banda e com os alimentos estragados pelo desligamento dos refrigeradores, os donos do restaurante afirmaram que deixaram de faturar um valor aproximado de R$ 17.200,00, baseado no ganho médio para um dia de movimento semelhante, e que o estabelecimento teve seu nome e imagem danificados.

Os autores disseram ainda que o bar tem constantes problemas com a companhia, mesmo com as contas quitadas.

Procurada pelo O DIA, a Light informou que "está avaliando a viabilidade de apresentação de recurso." Já sobre os problemas com o fornecimento de energia do bar enfrenta, a companhia afirmou que vai "verificar o circuito elétrico que atende à localidade."

Últimas de Rio De Janeiro