Piscina no batalhão de Rocha Miranda é desmontada após reportagem do DIA

A iniciativa da retirada da piscina partiu das manifestantes

Por O Dia

Rio - Após O DIA fotografar uma piscina inflável montada por manifestantes na frente do Batalhão de Rocha Miranda (alimentada por água da própria unidade), a diversão foi desfeita. A iniciativa da retirada da piscina partiu das manifestantes. De acordo com o comandante do 9ºBPM (Rocha Miranda), a piscina foi desmontada a partir de determinação do comando. O batalhão instaurou procedimento para averiguar as circunstâncias do fato em frente à unidade.

Piscina em frente ao batalhão de Rocha Miranda é desmontada após reportagem do DIAFabio Motta / Estadão Conteúdo

Ainda é possível ver acampamentos de manifestantes nas portas de unidades da Baixada Fluminense e do Choque.

Os grupos usam principalmente o Whatsapp para articulação. Na edição de ontem, O DIA mostrou trocas de mensagens entre os participantes do movimento, que ironizavam a morte de um torcedor e promoviam a violência. “Não são policiais, não são profissionais. Se o fossem, saberiam que a insegurança e o caos a que almejam vulnerabilizam inclusive nós, policiais militares e nossas famílias”, opinou o coronel da reserva Robson Rodrigues, ex-chefe do Estado-Maior da PM.

Últimas de Rio De Janeiro