Suspeito é morto em troca de tiros com militares na Avenida Brasil

Dois homens tentaram assaltar motoristas que passavam pelo local. Motoristas enfrentam lentidão no trânsito da região

Por O Dia

Rio - Um suspeito foi morto durante uma troca de tiros com fuzileiros navais na Avenida Brasil, na altura de São Cristóvão, Zona Norte do Rio, na manhã desta quarta-feira. Dois homens roubaram uma moto, mas o alarme disparou e eles a abandonaram. Depois, a dupla levou os pertences de um motorista de Uber que passava pelo local e ainda roubou uma outra moto. No entanto, eles se depararam com os comboios dos militares e houve confronto. O outro assaltante conseguiu fugir.

Suspeito foi morto por fuzileiros navais durante uma tentativa de assalto perto da Rodoviária Novo RioSeverino Silva / Agência O Dia

De acordo com informações do Centro de Operações Rio, há congestionamento na Avenida Brasil e na Linha Amarela. Há retenções ainda na saída da Ponte Rio-Niterói e a travessia pode ser feita em 16 minutos. A pista central da Avenida Brasil está com duas faixas ocupadas, sentido Centro, na altura do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into). Os agentes da CET-Rio estão no local. A reversível da Radial Oeste precisou ser estendida.

Dois veículos do Exército batem em mureta na Transolímpica

O primeiro dia de patrulhamento das Forças Armadas começou agitado. Ainda nesta manhã, dois veículos do Exército bateram na mureta da Transolímpica, sentido Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. Um jipe bateu na mureta que separa a via da pista do BRT, na altura do Viaduto de Curicica. Momentos depois, outro carro também bateu no muro. Não houve feridos no local.

Segundo a concessionária Via Rio, que administra a Transolímpica, os acidentes ocorreram em um espaço de 5 km, entre a Estrada do Rio Grande e o Viaduto de Curicica. Os motoristas enfrentam congestionamento no local.

Últimas de Rio De Janeiro