Mulher de PM morto está grávida: 'Rezemos pelo filho que está a caminho'

Com sete meses à espera de Theo, Lucília pediu orações para o marido, Thiago Lance, morto em Cordovil, e para a família. "A dor está insuportável"

Por O Dia

Rio - Vítima de uma triste estatística que assusta pelo grande número em poucos dias de 2017 — segundo a Polícia Militar, são 29 PMs mortos —, Lucília Ricon Lance, mulher do policial militar Thiago Lance, assassinado em uma tentativa de assalto em Cordovil, na Zona Norte, na noite desta quinta-feira, está grávida de sete meses. 

Cabo da Polícia Militar Thiago de Oliveira Lance%2C 31 anos foi morto em Cordovil. Ele era lotado na Unidade de Polícia PacificadoraReprodução Facebook

"Thiago Lance foi e sempre será o amor de nossas vidas e certamente a dor está insuportável. Rezemos por sua família e por seu filho que está a caminho. A PM do Rio está dando todo suporte a família e atenção", dizia postagem escrita em sua página em uma rede social, feita possivelmente por um parente.

Desde o ocorrido, mensagens escritas por Lucília dão o tom do vazio deixado por Thiago Lance. "Meu amor! Minha vida! Meu amigo! Meu parceiro! Meu tudo! E agora o que faço eu da vida sem você?", desabafou. Em outra, são pedidas orações para o marido. "Peço a todos que somente rezem pelo Thiago Lance! Apenas rezem! Para que ele tenha uma passagem tranquila e em paz. #muitaluz #muitaluznesselugar"

Thiago era cabo da Polícia Militar e foi morto em Cordovil, na Zona Norte do Rio. Ele tinha 31 anos e era lotado na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Camarista Méier, também na Zona Norte. O crime aconteceu por volta das 20h, na Rua Iranduba. Ele estava desde 2008 na corporação. O enterro de Thiago aconteceu às 15h30 desta sexta-feira, no cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap. 

De acordo com as primeiras informações, ele teria sido vítima de uma tentativa de assalto e reagido à abordagem dos bandidos. Os criminosos dispararam contra Thiago quatro vezes, atingido seu peito, e fugiram em seguida. O policial chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.

'Mais um para a estatística, sim!', desabafa cunhada

A cunhada de Thiago Lance também usou as redes sociais para desabafar a morte. Ela criticou a violência vivida no Rio, mas ressaltou a "grande herança" deixada por ele. O seu sobrinho Téo, que está a caminho.

"Mais um para as estatísticas, sim! Só que esse cara tem sim um lugar no meu coração porque ele tá deixando a herança mais linda e grandiosa em nossa família: nosso primeiro GAROTÃO que está pra chegar! Mais um filho que não terá um pai presente. Mais uma esposa que ficará sem o auxílio do marido quando mais precisa. Mais uma mãe e pai que choram lágrimas de sangue. Mais uma família dilacerada pela violência dessa cidade bagunçada. E infelizmente essa família eh a minha! Que Thiago tenha a passagem tranquila e que minha irmã tenha muito força coragem e sabedoria para continuar a caminhada! #luto (sic)", escreveu. 

Últimas de Rio De Janeiro