Serviço para o público LGBT para em pleno Carnaval

Interrupção ocorreu devido a atraso nos salários

Por O Dia

Atendimento retomado às 16hDivulgação

Rio - O ex-superintendente de Direitos Individuais, Difusos e Coletivos, da Subsecretaria de Direitos Humanos, vinculada à Secretaria estadual de Assistência Social e Direitos Humanos, Claudio Nascimento, postou, em seu perfil no Facebook, que o atendimento no Plantão para Orientação e Apoio LGBT, estava cancelado neste Carnaval, depois de oito anos de funcionamento. O plantão voltou a funcionar às 16h deste domingo. 

O serviço é vinculado ao programa Rio sem Homofobia, voltado para vítimas de discriminação e violência por orientação sexual ou para informação de seus direitos. O programa funciona em parceria com a Uerj, que fornece os técnicos, cujo processo de renovação se arrasta, segundo Claudio, desde dezembro.

Entretanto, a assessoria da pasta contesta a versão dada por Nascimento. Segundo a entidade, o que aconteceu foi uma paralisação dos funcionários que prestam os serviços, membros da Uerj contratados mediante convênio com o estado, em razão de atraso de salários. Ainda de acordo com a assessoria, a renovação do convênio com a Uerj depende da aprovação da instituição com relação ao plano de trabalho. Sobre o pagamento de salários dos funcionários, falta a liberação do recurso pela Secretaria de Fazenda.

O serviço pode ser acessado através do Disque Cidadania LGBT 0800 0234567, das 10h às 22h. 

Últimas de Rio De Janeiro