Taxista que esfaqueou Uber é procurado pela polícia

Stive Belizario Demeur Braga, de 38 anos, foi indiciado pela tentativa de homicídio sofrida por um motorista do aplicativo Uber no dia 28 de fevereiro

Por O Dia

Taxista é suspeito de ter esfaqueado motorista de Uber no dia 28 de fevereiroDivulgação Polícia Civil

Rio - O taxista Stive Belizario Demeur Braga, de 38 anos, foi indiciado pela tentativa de homicídio sofrida por um motorista do aplicativo Uber no dia 28 de fevereiro. De acordo com o delegado de Daniel Mayr, da 4ª DP (Praça da República), Stive esfaqueou o motorista do Uber após bater no carro dele. O homem está foragido. 

Com base nas provas reunidas, Stive foi indiciado pelo crime de tentativa de homicídio e o delegado também representou sua prisão preventiva, medida que foi deferida pela Justiça. "A análise das lesões corporais sofridas pela vítima e descritas no laudo do Instituto Médico Legal revela a prática de várias facadas contra a vítima, em região vital (abdômen) de maneira ininterrupta e com intenção de matar. Esta intenção também está evidenciada pelas próprias falas do indiciado enquanto golpeava a vítima", disse o delegado.

Diligências foram realizadas para prender Stive. Entretanto, ele não foi localizado. O autor já possuía registros criminais por roubo majorado pelo emprego de arma, homicídio culposo, violência doméstica e ameaça.

Quem tiver qualquer informação que possa contribuir com a localização do criminoso, pode entrar em contato com a Central de Atendimento ao Cidadão (CAC) pelos telefones (21) 2334-8823 e 2334-8835 ou pelo chat https://cacpcerj.pcivil.rj.gov.brA recompensa por informações que levem a prisão de Stive é de R$ 1 mil.

Últimas de Rio De Janeiro