Prefeitos de Caxias e Belford Roxo são investigados por nepotismo

MP recomendou aos dois prefeitos a exoneração imediata de cônjuge e parentes em linha reta, até o terceiro grau, da administração municipal (direta e indireta)

Por O Dia

Rio - O Ministério Público do Rio investiga se o prefeito de Duque de Caxias, Washington Reis (PMDB), e o de Belford Roxo (PMDB), Wagner Carneiro, praticaram nepotismo.

Waguinho, como é conhecido, teria nomeado a irmã para comandar a Secretaria Municipal de Proteção aos Animais. A pasta foi criada no início do ano. Já Reis teria nomeado a mulher e o irmão para cargos em sua administração.

Em Caxias%2C Washington Reis teria nomeado mulher e irmãoAlexandra Martins/ Câmara dos Deputados

Ambos terão que responder, até a próxima segunda-feira, a questionamentos feitos pelas 2ª e 3ª Promotorias de Justiça de Tutela Coletiva do Núcleo de Duque de Caxias, responsáveis pelas investigações.

O Ministério Público também recomendou aos dois prefeitos a exoneração imediata de cônjuge e parentes em linha reta, até o terceiro grau, da administração municipal (direta e indireta). Caso os gestores ignorem o aviso, o MP afirma que vai ajuizar uma Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa.

A Súmula Vinculante número 13 do Supremo Tribunal Federal veda o nepotismo. Foi com base nela que Marcelo Hodge Crivella, filho do prefeito do Rio, Marcelo Crivella (PRB), foi afastado pelo STF da chefia da Casa Civil.

Últimas de Rio De Janeiro