Escolas estaduais serão pontos de vacinação contra febre amarela

Parceria foi fechada entre o secretário de Estado de Educação e o secretário de Saúde nesta quinta-feira

Por O Dia

Rio - Escolas do estado serão pontos de vacinação contra a febre amarela. Ao todo, são 1.250 unidades e não haverá interrupção das aulas. A parceria foi fechada agora de manhã entre o secretário de Estado de Educação, Wagner Victer, e o secretário de Estado de Saúde, Luiz Antônio de Souza Teixeira Júnior. Nas escolas vai ser priorizada a vacinação de alunos e pais.

Escolas estaduais serão pontos de vacinação contra a febre amarela Agência Brasil

A ordem de prioridade é a seguinte: Casimiro de Abreu, Silva Jardim, Macaé, Rio das Ostras, Trajano de Moraes, São Pedro da Aldeia, Armação de Búzios e Cabo Frio. 

O governo do estado do Rio estendeu a vacinação contra a febre amarela para toda a população. A vacinação também acontece em outros 30 municípios localizados nas divisas com Minas Gerais e Espírito Santo, onde há casos confirmados da doença.

Primeira morte confirmada 

A primeira morte por febre amarela foi confirmada pela Secretaria de Estado de Saúde nesta quarta-feira. O caso seria do pedreiro Watila Santos, de 38 anos, que morreu após ser internado no Hospital Municipal Ângela Maria Simões, em Casimiro de Abreu, no último fim de semana. Ele chegou à unidade se queixando de dor de cabeça, taquicardia, falta de ar, febre e dor no corpo.

Watila sofreu duas paradas cardíacas. Ele era morador da localidade rural de Córrego da Luz, região serrana do município. O resultado do laudo da morte do pedreiro sairia nesta quarta-feira. No entanto, a secrataria não confirmou o nome da vítima. Além dele, há outro paciente com a doença em Casimiro de Abreu, que também mora em área rural.

De acordo com o órgão, os dois homens não tinham histórico de viagens para locais onde há circulação da doença. Até o momento, o estado já contabiliza 36 casos suspeitos.


Últimas de Rio De Janeiro