Presos que haviam sido transferidos regressam ao Rio

Decisão judicial determinou a volta de traficantes e milicianos para a Penitenciária Laércio da Costa Pelegrino (Bangu I)

Por O Dia

Jerominho é um dos 15 presos que voltaram para o RioEduardo Naddar / Ag. O Dia / 23/07/2010

Rio - Quinze criminosos que haviam sido transferidos para a Penitenciária Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte, foram mandados de volta para o Rio na noite desta quarta-feira. Entre os detentos que voltaram para os presídios do Rio estão os irmãos Natalino José Guimarães e Jerônimo Guimarães Filho, chefes de uma das principais milícias do estado, e o traficante Edson Silva de Souza, o Orelha, apontado como chefe do tráfico no Complexo do Alemão. A informação foi confirmada pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap).

Todos os presos foram levados para a Penitenciária Laércio da Costa Pelegrino (Bangu I), na Zona Oeste. Eles voltaram para o Rio por conta de uma decisão judicial.

Os criminosos foram levados para o RN em julho do ano passado como parte do plano de segurança do estado para os Jogos Olímpicos 2016. Na ocasião, eles foram identificados como os mais perigosos do estado pela Secretaria de Estado de Segurança (Seseg), o que, segundo o órgão, justificaria a transferência para coibir possivéis ações criminosas no período. 

Dos presos que voltaram, 12 pertencem à maior facção criminosa do Rio e três tem envolvimento com a principal milícia que atua no estado. 

Confira a lista dos presos que regressaram ao Rio:


Wallace Batista Soalheiro 

Adilson Gomes Da Hora Junior

Andre Luiz Da Silva Malvar 

Ocimar Nunes Robert

Claudemir Silva Paixao

Cleverson De Souza Silva 

Edson Silva De Souza

Eduardo Luiz Paixão 

Jerônimo Guimarães Filho 

José Benemário De Araújo

José Ricardo Couto E Silva 

Leonardo Marques Da Silva

Luiz Cláudio Gomes 

Mauri Alves Ribeiro Filho

Natalino José Guimarães 


Últimas de Rio De Janeiro