Carreta atinge passarela provisória da Avenida Brasil

Não se sabe a dimensão da destruição causada pela colisão. Acidentes pela manhã no trecho causaram engarrafamentos no sentido Centro do Rio

Por O Dia

Rio - Uma carreta colidiu contra uma passarela provisória da Avenida Brasil, na altura da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), em Manguinhos, na Zona Norte, na manhã desta segunda-feira. A passagem de pedestres foi danificada pela batida e funcionários da Defesa Civil municipal foram acionados para inspecioná-la. Não há informações de feridos. 

Não se sabe a dimensão da destruição causada pela colisão e nem se ela foi interditada. De acordo com o Centro de Operações Rio (COR), o acidente ocorreu por volta das 6h, na pista lateral sentido Centro. A via ficou parcialmente interditada e só foi liberada às 7h30. Os reflexos no trânsito chegaram em Parada de Lucas. 

Carreta atingiu passarela provisória na Avenida BrasilReprodução Internet

Às 13h50, parte da carreta ainda não havia sido retirada, o que ocorreu minutos depois. Técnicos da Defesa Civil municipal foram acionados para o local inspecionando a passarela para verificar os danos.

Também na altura de Manguinhos, uma moto e um caminhão colidiram na pista central, interditando uma faixa da via no sentido Centro. Equipes do Corpo de Bombeiros e da CET-Rio atuaram no local. 

Marcos Leite Ramos, de aproximadamente 40 anos, e Marcelo Diniz Ferreira, 36 anos, condutores dos veículos envolvidos no acidente, foram socorridos e levados para o Hospital Municipal Souza Aguiar, no Centro. O estado de saúde deles é desconhecido.

Em nota, a Defesa Civil informou  que não foi verificado risco de desabamento na passarela da Avenida Brasil atingida por um caminhão dos Correios na manhã desta segunda-feira. De acordo com o técnico que realizou a vistoria, a empresa SH Formas, Andaimes e Escoramentos, responsável pela construção, esteve no local e providenciou o isolamento dos acessos de pedestres para viabilizar a realização imediata dos serviços de recuperação nos danos ocorridos.

Últimas de Rio De Janeiro