Polícia prende oito por formar quadrilha de clonagem de carros

Parte do bando era terceirizada do Detran

Por O Dia

Rio - Policiais da Delegacia de Roubos e Furtos de Automóveis (DRFA) prenderam, nesta quinta-feira, oito pessoas acusadas de integrar uma quadrilha especializada em clonagem de veículos roubados. Apontado como chefe do esquema, Sandoval Macedo das Chaves foi preso em casa, em Campo Grande. Duas funcionárias e uma ex-funcionária — todas terceirizadas — do Detran-RJ também foram presas, além de despachantes e empresários.

O delegado titular da DRFA, Alessandro Petralanda, disse que a quadrilha comprava carros roubados por R$ 1 mil. “Eles faziam a adulteração com pinos e todo um trabalho de técnicas que eles tinham lá pra ficar uma numeração que pudesse passar despercebida por qualquer fiscalização”, explicou.

Após a montagem, a quadrilha conseguia emitir a documentação dos veículos com os dados colhidos no sistema do Detran-RJ e vendê-los por preços pouco abaixo do mercado. Os principais compradores eram empresários. O faturamento do bando chegava a R$ 3 milhões por mês, com a venda de cerca de 50 carros clonados.

Últimas de Rio De Janeiro