Por luana.benedito

Rio - A empregada doméstica, Judivan Anolino da Silva, foi presa, na tarde desta terça-feira, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. De acordo com a Polícia Civil, a mulher é suspeita de ter furtado joias dos seus patrões. As peças são avaliadas em R$ 250 mil.

Segundo informações da 14ª DP (Leblon), após a denúncia feita pelos empregadores de Judivan, a suspeita confessou o furto para os agentes. Ela ainda informou o endereço da loja de "compra e venda de ouro" que teria repassado alguns produtos. 

Após a autorização da Justiça, os policiais realizaram uma operação no comércio e na casa da suspeita para o cumprimento de mandados de busca e apreensão. Judivan já tinha uma passagem nos registros policiais pelo crime de furto no interior de residência.

Ainda de acordo com os agentes, foram recuperados dois anéis na loja de joias, no Centro de Nova Iguaçu. O dono do comércio foi identificado como Julio César Mendes e irá responder pelo crime de receptação qualificada. 

Você pode gostar