PMs da UPP Proletário, na Penha, são atacados por criminosos

Não há registro de feridos no ataque e ninguém foi preso até o momento

Por O Dia

Rio - Policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Parque Proletário, no Complexo da Penha, foram atacados por criminosos, na manhã desta quinta-feira, quando faziam um patrulhamento na comunidade.

Segundo o comando da UPP Proletário, os policiais passavam na Avenida Nossa Senhora da Penha quando sofreram o ataque, que deu início a um confronto. Não há informações de presos ou feridos no tiroteio.

Noite de terror na Formiga

Alvo de um ataque após um confronto entre policiais e traficantes, a base da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Morro da Formiga, na Tijuca, foi completamente destruída, nesta quarta-feira. Uma imagem enviada ao WhatsApp do DIA (98762-8248) mostra o cenário de destruição. Durante um confronto entre policiais e traficantes, um homem morreu e um PM foi baleado em gravidade. 

A unidade não informou as circunstâncias em que ele foi atingido. Procurada, a Polícia Civil ainda não se pronunciou sobre a investigação, que está a cargo da Delegacia de Homicídios (DH-Capital). Nas redes sociais, amigos e moradores lamentaram a morte. "Mais um inocente que se vai", escreveu uma internauta.

Últimas de Rio De Janeiro