Manifestantes se reúnem no Centro contra reformas trabalhistas

Por causa do protesto, motoristas enfrentam lentidão na região

Por O Dia

Rio - Manifestantes se reúnem no Centro do Rio, na tarde desta sexta-feira, em protesto contra as reformas trabalhistas e da Previdência Social propostas pelo governo do presidente Michel Temer. O grupo é composto por sindicatos de várias categorias e movimentos sociais. De acordo com a Central Única dos Trabalhadores (CUT), organizadora do evento, 15 mil pessoas participam do ato. 

Manifestantes se reúnem na CinelândiaRafael Nascimento / Agência O Dia

Os militantes se concentraram na Igreja Candelária. Por volta das 18h, os manifestantes iniciaram uma caminhada pela Avenida Rio Branco e seguiram para a Cinelândia. 

Manifestantes concentrados na CinelândiaRafael Nascimento / Agência O Dia

Por causa do protesto, o trânsito no Centro já está complicado. Por volta das 18h, o Centro de Operações da Prefeitura (COR) interditou as pistas central e lateral da Avenida Presidente Vargas foram fechadas, no sentido Candelária, a partir da Avenida Passos. Às 20h, as vias foram liberadas. A Rua Evaristo da Veiga está fechada, na altura da Cinelândia.

O trânsito está lento no trecho. Agentes da CET-Rio e da Guarda Municipal, além da Polícia Militar, atuam no local. Até às 20h, o ato seguia pacífico.

O funcionamento da linha 1 do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) foi interrompido por 20 minutos e agora o serviço opera da Rodoviária até a estação Para dos Museus.  

Manifestação no Centro do RioReprodução Internet


Últimas de Rio De Janeiro