Corrupção vira tema de peça religiosa

Via-Sacra da Rocinha, marcada para sexta-feira, terá mistura de personagens bíblicos com políticos ladrões

Por O Dia

Rio - A corrupção na política vai ganhar nova versão na Sexta-Feira Santa. Na 25ª edição da Via-Sacra da Rocinha, personagens religiosos da Paixão de Cristo vão interagir com atores que farão papéis de candidatos corruptos. Por toda a cidade, o calendário católico é extenso e a programação vai desde o Auto da Paixão, na Lapa, amanhã, até almoço pascal do cardeal Dom Orani com moradores de rua no domingo.

Ameaçada de não ser representada neste ano, devido à crise econômica, a Via-Sacra será realizada graças à ajuda de parceiros. “O projeto demanda custos e não sairia desta vez, mas conseguimos o básico para tocar a peça. Reduzimos o elenco, que terá 30 pessoas da comunidade, e a peça não será mais em cortejo de 3km. Vai ficar no palco”, contou o produtor e ator Denis Neves, que espera mais de 7 mil pessoas na plateia.

Na 25ª edição da Via-Sacra da Rocinha%2C elenco terá 30 moradores da comunidade e a plateia estimada é de mais de 7 mil pessoasFlávio Carvalho / Divulgação

Durante a encenação da Via-Sacra, o público vai notar várias semelhanças entre a realidade e a ficção teatral. Um advogado, com nome do anjo Salatiel, será responsável pela “condenação” de Jesus.

O mesmo personagem também vai interferir no caso de políticos corruptos. “Teremos aqueles candidatos que aparecem na comunidade durante a campanha eleitoral, se elegem, e depois, são presos pelas tramóias”, explicou Denis. A peça está marcada para 20h, no Largo dos Boiadeiros.

Outra peça do Auto da Paixão será encenada amanhã, nos Arcos da Lapa, às 18h, após procissão da morte de Cristo. 

Missas, vigílias e procissão na Catedral até domingo

A Arquidiocese do Rio preparou uma semana de eventos religiosos. Hoje, a partir das 8h30, na Catedral de São Sebastião, terá a Missa dos Santos Óleos, com procissão de entrada. Às 18h, será realizada a Missa da Ceia do Senhor, sucedida pela Adoração ao Santíssimo Sacramento, até meia-noite.

Na Sexta-Feira Santa, a Catedral terá a Vigília do Santíssimo Sacramento, às 14h45. Já no Sábado de Aleluia, a partir das 20h, começará a Vigília Pascal. No Domingo de Páscoa, a partir das 10h, Dom Orani celebrará a Missa da Ressurreição e, às 11h45, haverá confraternização e almoço pascal com a população de rua.

Últimas de Rio De Janeiro