Com câncer, Jorge Picciani afirma que não se afastará do cargo

Presidente da Alerj terá que passar por uma nova cirurgia para retirar próstata e bexiga

Por O Dia

Rio - Presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), o deputado Jorge Picciani (PMDB) afirmou que está com câncer na bexiga e disse que terá que tirar o órgão e também a próstata. Em entrevista à CBN Rio?, na manhã desta terça-feira, o parlamentar ressaltou que não se afastará do cargo durante os quatro meses em que fará a quimioterapia.

Jorge Picciani está com câncerValter Campanato / Agência Brasil

Picciani reforçou que vai presidir as sessões com as pautas principais, como as que ocorrem às terças-feiras, e o deputado André Ceciliano (PT) comandará as outras. Ele contou que as fases do tratamento ocorrerão sempre às quintas-feiras, sendo a primeira já nesta semana, para que ele consiga se recuperar em casa no fim de semana e voltar aos trabalhos na Casa na segunda.

"Eu continuarei no exercício do mandato, até porque é um momento difícil para o estado. Teremos matérias importantes depois da aprovação do plano de recuperação fiscal pelo Congresso Nacional. Espero que isso ocorra o mais rápido possível", destacou o deputado.

Após fazer uma cirurgia para retirar um tumor na bexiga, Picciani foi diagnosticado com um câncer "muito agressivo". Com isso, ele precisará retirar o órgão e da próstata. "Fui encaminhado ao oncologista e então ficou decidido verificar se a infiltração que estava muito grande na bexiga tinha passado para outros órgãos, e vimos que isso não ocorreu. Mas está muito grave na bexiga. A cirurgia é muito complicada e o risco é a morte", reforçou.

Últimas de Rio De Janeiro